MANGANÊS + S

(Mn 10%; S4,5%)

DISPONIBILIDADE NO SOLO

  • Disponível em solos vermelhos (latossolos) e deficiente em solos arenosos (arenitos)

  • É carente em solos alcalinos ou após calagem pesada. É fixado pela matéria orgânica.

  • Excesso de Ferro, Cobre e Zinco inibe a absorção do Manganês.

  • A falta de Manganês gera um acúmulo de Nitrogênio, Fósforo e Potássio nas folhas, prejudicando seu aproveitamento.

  • Teores elevados de Manganês inibem a absorção de Ferro.

SINTOMAS DE DEFICIÊNCIA NA PLANTA

  •  Os sintomas  sempre aparecem, primeiro, nas folhas mais novas e somente depois passando às mais velhas.

  • Na deficiência do Manganês encontramos teores elevados de Ferro e Nitrogênio, os quais se encontram na forma de nitrato e não podem ser transformados em aminoácidos e proteínas.

  • Ramos finos e curtos.

  • As folhas novas apresentam clorose ou vermelhidão forte, encrespadas e deformadas. As nervuras permanecem verdes.

  • Manchas brancas aparecem no centro do limbo. Pontos necróticos se espalham por toda a folha, menos nas nervuras.

  • Há grande queda de folhas cloróticas.

  • Há baixa formação de botões florais.

  • Os grãos são pequenos e chochos.

  • Frutos de cor clara e ácidos.

  • As radicelas param de crescer.

  • A deficiência aparece após certo desenvolvimento das plantas.

FUNÇÕES DO MANGANÊS NA PLANTA

  • Atua na respiração enzimática, associada ao Ferro e ao Nitrogênio e em vários sistemas de oxirredução, principalmente na redução de nitratos.

  • Melhora a ação de várias enzimas (argínase, dessulfídrase cisteímica, etc.) e na assimilaçãi da fotossíntese que reduz em 1/3 na ausência de Manganês. Sua influência na fotossíntese se dá pela liberação de Oxigênio (O2 - reação de Hill), fixação do gás carbônico (Co2), formação da clorofila, multiplicação e funcionamento dos cloroplastos.

  • Atua na assimilação no Nitrôgênio amoniacal.

  • Participa na síntese das proteínas e vitaminas.

  • Aumenta o sistema radicular.

  • Acelera a germinação.

  • Influi no aroma das frutas.

RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS

CULTURAS
SOJA
MILHO
ARROZ
PASTAGEM
ALGODÃO
DOSAGENS
2,0 / ha
1,0 l / ha
1,0 l / ha
1,5 a 2,5 l / ha
2,0 l / ha
ÉPOCAS DE APLICAÇÃO
20 a 30 dias após a germinação
Quando a planta estiver com 4 a 6 folhas
Quando a planta estiver com 4 a 8 folhas
Em cada brotação e 30 dias após
20 a 30 dias após emergência

REG. DO PROD. NO MA RS N 10265/10043-4

GARANTIA p/p: Mn 10% | S 4,5%

DENSIDADE: 1,34 g/cm3

NATUREZA FÍSICA: FLUÍDO

Um convite para produzir mais

FERTILIZANTE FOLIAR